sexta-feira, 21 de julho de 2017

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Arcanoteca: Bestiário Mitologico

Arcanoteca: Bestiário Mitologico: Ola amigos trago para vocês um Bestiário com os principais monstros, espíritos, demônios, anjos e outros seres da mitologia humana espero qu...

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

A INSPIRAÇÃO NOS CONDUZ A ARTE

Nada sem inspiração é realizado, sobretudo na arte, embora tudo que produzimos faz parte da arte mesmo não sendo do campo artístico. Bem, há muito dias deixei de postar minhas postagens devido a chegada da inspiração. A arte é uma das coisas
mais interessante para o ser humano, não fazemos nada sem que haja inspiração. Quando falo em arte não fico restrita só nas artes visuais ou plásticas, mas também nos objetos utilitários que utilizamos no nosso cotidiano. Para se fazer qualquer objeto é necessário inspiração e depois o esboço, projeto, por exemplo, a arquitetura, os automóveis, enfim, tudo que precisamos para nossa necessidade. A inspiração é fundamental para construção da arte. Vejamos que, muitas vezes estamos sem inspiração, e por isso, devemos parar um pouco para que essa essência cheque até nosso cérebro e possamos criar algo interessante que nos torne gratificado ao realizarmos algo para nosso uso ou para catarse do nossa alma ou ser. Segundo
Aristóteles diz que a arte é a catarse da nossa alma, por essa razão mencionei aqui. Na verdade, concordo plenamente com o filósofo porque só a arte nos faz ficarmos mais tranquilos  e principalmente quando concluímos algo que desejamos o tempo todo e pensávamos que seria impossível. Mas na nossa contemporaneidade tudo é possível, o que imaginamos existe ou poderá existir, pois o ser humano não para de inspirar-se...desde as coisas mais simples até as mais complexas. Basta-nos irmos para a internet que esta já é uma das coisas mais grandiosa que o ser humano já inventou. Nela buscamos as coisas mais interessantes do mundo, máquinas potentes que movem outros objetos monumentais, máquinas que esculpem detalhando as formas dos objetos e que não necessita das mãos humanas. Artistas que fazem o hiper realismos com esculturas que se 
parecem vivas. Tudo isso, vou observando e juntando para comentar neste blogger, mas para isso deixo vir minha grande aliada INSPIRAÇÃO. Só a inspiração nos conduz a arte, e essa não vale só para as obras artísticas, mas para tudo que fazemos, até
mesmo quando escrevemos é preciso deixar fluir na nossa memória algo inspirador. E avante!
  

Máquinas monumentais que transportam as coisas mais pesadas e grandes do mundo. Tudo é Possível!








As Maiores Maquinas do Planeta

sábado, 16 de abril de 2016

SÓ A ARTE É CAPAZ DE NOS LEVAR AO INCONSCIENTE

É muito interessante a capacidade que a arte tem de nos levar além do consciente. A pessoa leiga não sabe da capacidade da cabeça do
artista quando ele faz tal obra surreal. Aprecio muito as obras surreais porque elas nos mostram aquilo que vemos nos sonhos embaraçosos quando estamos dormindo. Toda arte mesmo sem ser surreal mostra algo que nos causa um impacto além estético. A arte na verdade, é para causar inquietação, admiração, polêmica e muitas outras sensações. Que bela obra é esta que você está vendo! Veja que ela parece está olhando para dentro da própria mente, isso é algo espetacular para além da imaginação. Uma obra surrealista faz o observador olhar-se para dentro. Não só olhar-se para dentro, mas perceber tudo que está em sua volta também. Fico abismada com a inteligência dos artistas que fazem suas obras como se fossem um livro que espera ser lido, mas as obras são distintas nas interpretações porque são subjetivas. Porém, o bom são as
divergentes leituras que cada observador faz. Ler uma obra de arte é ter uma visão perspicaz. As obras surrealistas que estão sendo apresentadas neste texto nos faz levar a vários questionamentos e refrações. vejam esta obra de uma figura humana que explode por causa de tanto consumo e poluição. Talvez, vocês tenham outras interpretações a respeito da obra. Também acrescento que, só o artista teve algo a mais a explorar. Além da estética está a imaginação aguçada do artista que nos faz nosso olhar e cérebro bombardear-se de tanta admiração. O artista é um ser humano filosófico, onde seu pensamento se faz materializar-se nos mais variados e ousados suportes: tela, pedra-sabão, papéis, madeira, mármore, vidro, TV,
cinema, teatro e etc. Olhando para si e o que está em sua volta o
artista compõe suas obras apropriando-se da poética, ou seja, do mais sublime pensamento. A sabedoria é o que percebo nesta bela obra, onde surge uma linda coruja espreitando o mundo e  a pele de um rosto humano também mostrando-se como cortina e pele simultaneamente, isso mostra-nos a capacidade que o artista tem além das pessoas comuns, ele não só mostra sua arte em si, mas seu desvelamento enquanto ser humano. É magnífico conhecermos um pouco do que não podemos enxergar em nossas mentes. Ser um artista é ser um filósofo dos mais conceituados pela história humana. A arte que nasce das mãos dos artistas são pensamentos pictóricos que se materializam para revelar o que muitos não
conseguem enxergar. Que bela obra! Um menino preso numa estrutura de arames formando uma outra figura que sugere um ser humano de tamanho exagerado, e além disso, cercado por objetos que mostram suas ambições, infância e também um telescópio que lhe faz enxergar o mundo além da janela... não posso dizer nada mais sobre tal imagem para não quebrar o encanto de tantas coisas interessantes e que merecem mil olhares e refrações.

O ser humano lutando contra o tempo, mas o tempo é mais forte, nos leva para onde ele atina sem dó e sem piedade. E arte? A arte mostra como o tempo faz conosco.


Pode-se até dizer que essa figura superior seja uma mulher que deseja superar sua relação com seu cônjuge, vai levando seu filho ou filha para buscarem uma vida digna onde possam viver melhor sem conflitos. Além disso, vem o elemento visual da simetria do barco com o reflexo sobre água onde a igualdade dos seres humanos ainda é muito superficial. A realidade é o barco com a mulher e a criança, o superficial está a igualdade que ainda não está firmada na sociedade.
E este telefone móvel com o formato de uma aranha? O que quer dizer? A imagem já nos diz tudo! A tecnologia é nossa maior predadora, armou uma teia onde não podemos mais sair. Façam seus comentários sobre meu texto e também sobre as imagens aqui apresentadas, obrigada.

terça-feira, 29 de março de 2016

O NU ARTÍSTICO

O nu artístico é um tema que a maioria dos artistas gostam de trabalhar em suas obras porque é uma inversão do convencional.
Gmminifobia
Artista: Valdélia de Barros da Rocha
 Além disso, o nu é o natural da natureza. Ninguém nasce vestido, por exemplo, um rato, um pássaro nascem despidos. Nós artistas temos um olhar sensível e ousada a desafiar o convencional da sociedade. Acredito que o artista se consagra pintando pelo menos um nu, pois isso se torna a marca do verdadeiro artista. Vejamos os grandes artistas clássicos e os mais remotos tiveram sempre um apreço em pintar, esculpir ou talhar o nu em um suporte seja paredes, telas, painéis, etc. Certa vez, uma pessoa me criticou ao ver uma obra minha cujo título é Gimmnifobia porque há duas figuras humanas nuas que lembra o tema gênesis onde Adão e Eva encontram-se nus, a pessoa que me criticou não tem o mínimo de
Artista: Valdélia de Barros da Rocha
Autorretrato: Meu torso
conhecimento sobre o que é arte e para que a mesma serve. Não só essa pessoa como tantas outras que são completamente leigas a arte e ao modo de enxergar o mundo com naturalidade e sem malícia. Gimmnofobia também será  o título do livro que pretendo escrever sobre o nu que é muito polêmico ao senso comum e conservadores de várias camadas sociais principalmente as que sofreram influências do cristianismo que tornou o nu abominável e vergonhoso. Nós artistas enxergamos o nu de um modo especial e agradável. O nu para mim nada mais é que a afirmação de que fazemos parte da natureza. Grandes artistas fizeram seus nus e compraram brigas com pessoas de sua contemporaneidade, por exemplo, Michelangelo Buonarroti 
A Criação
Artista: Michelangelo Buonarroti
comprou severas brigas com o papa Júlio II e todo clero da igreja, ele pintou a criação onde deus toca o dedo de Adão, um jovem ser humano ingênuo, mas que depois encobriu-se de malícias vestindo-se literalmente de suas artimanhas. Justamente, Michelangelo quis mostrar isso em sua pintura mesmo ela sendo subjetiva e bíblica. O nu é a queda da máscara, é a verdadeira face do ser humano, as vestes são apenas máscaras que ocultam a realidade. Não temos nenhum pudor em relação ao nu, pois ele revela nosso verdadeiro ser. Há uma infinidade de artistas que 
Vênus de Willendorf, estatueta de 11 cm
de altura encontrada na Áustria em 1908.
Museu Nacional de História Natural, Viena
fizeram e fazem o nu em suas obras, se eu for exibir as tantas obras esse texto passará despercebido, mas exponho algumas aqui porque o ser humano sempre admirou imagens desde os tempos mais remotos.
E assim, é o olhar do artista para o nu que expressa liberdade, sinceridade. A malícia provém do que se é negado pelo pudor de certos humanos de qualquer nível social. A sociedade impõe regras que ao invés de contribuir para o bem comum, apenas gera o confronte entre si mesma.

domingo, 13 de março de 2016

A CAMA NA ARTE

Um olhar especial para cama, esse objeto é muito remoto. A cama foi um objeto que foi inventado
cama antiga egípcia
para o descanso e também para o amor, por isso, pensei mostrar um pouco do meu olhar para cama.
Hoje me bateu um insigth de curiosidade sobre quem foi o criador da cama, de forma mais singular ela talvez tenha sido inventada pelos egípcios ou assírios segundo uma pesquisa que fiz pela internet, mas
cama egípcia em formato de animal
ela é um objeto que evoluiu muito, embora os gregos e os romanos fizeram belíssimas camas. A cama é um objeto de muita importância para nós. Desde da antiguidade as pessoas tem o maior cuidado em cuidar da cama, todas as pessoas querem sempre que sua cama esteja com boa aparência, ou seja, sempre arrumada pois representa também o zelo do dono quarto e da casa. 
"A cama patente de 1915 se tornou um marco na história do design do mobiliário brasileiro. Foi
cama patente
projetada por Carlos Martinez Carrera (1883-1955), espanhol da Galiza radicado em São Paulo, que imigrara para o Brasil em 1906 e trabalhara na marcenaria da Companhia Estrada de Ferro Araraquara, antes de abrir sua própria oficina."  A cama também é um objeto muito apreciado pelos artistas.
A cama do artista Van Gogh
A instalação Cama desarrumada  da artista Tracey Emin
esta cama foi vendida no valor de 2,5 milhões de libras na Cristie's de Londres


           Carinho

                           Amor, aconchego

             Meiguice

        Arte

sábado, 5 de março de 2016

ARTE CONTEMPORÂNEA

A arte contemporânea surgiu na segunda metade do século XX, mas precisamente após a Segunda Guerra Mundial. No Brasil ela
FOTO DO MEU TORSO
Valdélia de Barros da Rocha
chegou a partir de 1950. Na década de 60 surge o tropicalismo e sua contestação política vigente através da arte; a década de 70 caracteriza-se pela noção de conceito e tecnologia a serviço da arte; na geração 80 produz-se uma arte  de caráter alegre e festivo. Após esses períodos ocorreram muitos surgimentos de novos estilos  e tendências artísticas. Graças a tudo isso, surgiu a arte contemporânea que está intimamente ligada ao que permeia no mundo inteiro.
A arte contemporânea é permitido qualquer suporte para materializá-la, é maravilhoso para o artista que nunca para de
A arte contemporânea vai além em uso de suporte
e materiais
pensar, criar e inovar. O artista utiliza materiais híbridos, tornando sua obra mais vívida, mais próxima do observado a ponto de tornar um tema polêmico, mais hiper real. Mostrarei algumas imagens que me chamaram atenção e outras mais convencionais, mas para muitos que não ente de arte se chocarão e outros não. A cantora Lady Gaga cantou em palco vestida de músculos de animais, coisa que chocou muitas pessoas, as pessoas protetora dos animais foram
Cantora: Lady Gaga
as mais que se manifestaram contra a performance da cantora, Também não gostei, mas por outro lado achei interessante o que a Lady Gaga fez. Na verdade, essa atitude da cantora nos chama atenção porque nós somos feitos da mesma matéria que os animais, não somos diferentes, somos iguais. Com certeza a Lady Gaga quis mostrar também esse lado, porque nos achamos diferentes uns dos outros, sobretudo diferentes dos animais irracionais. Somos iguais sim, em pele, músculos e ossos. 

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

A ARTE NA VIDA E A VIDA NA ARTE

A arte sempre esteve presente na vida do ser humano, inúmeros artistas retratam a vida
cotidiana em suas telas. A vida é um bom motivo de inspiração seja de qualquer forma, para arte não importa os temas se é de alegria, tristeza, agonia e dentre outros sentimentos, o que vale mesmo é agir como a vida é. Como diz Arthur Schopenhauer "A vida é uma bosta, tudo é tédio ou sofrimento só a arte salva essa porra." A arte é um suporte que absorve tudo que acontece na vida seja bom ou ruim, mas é interessante que para ela tudo se torna objeto para sua existência. O que seria da ARTE sem a vida? E o que seria  da vida sem arte? 
O melhor ainda é saber que arte não  tem limites, é aonde o ser humano artista se esbalda em expor seus sentimentos e ideias. Além disso, ela é a catarse do ser humano, onde consegue purgar ou expulsar o que há de mais profundo do seu ser. A
arte na vida do ser humano é como um alimento que nutre sustentando de uma maneira  muito especial. Falar sobre a arte na vida já me dar uma tremenda emoção porque ela está permeando nossa vida o tempo inteiro. Desde os primórdios da humanidade a arte vem resistindo porque não dar para vivermos sem a mesma, ela materializa nossos sentimentos nos torna imortalizados perpetuando tudo que temos em nosso ser. Portanto, a arte permite que vivamos muito além do nosso pensamento colocando nosso inconsciente em destaque.

sábado, 12 de dezembro de 2015

SÓ A ARTE MATERIALIZA NOSSA IMAGINAÇAO

Nossa imaginação materializa-se por meio da arte. Desde criança tenho paixão pela lendária sereia. Minha mãe me apelidava de sereia porque minha cabeleira era muito cheia e longa, também gostava de tomar banho muito frequente, por essa razão, mamãe me apelidava assim. Às vezes ela me apelidava de mãe d'água, eu chorava e pensava que era um bicho feio. Mas depois fui lendo livros que falam sobre esse  mito fantástico que aparece quase no mundo inteiro, fui achando maravilhoso e percebi que é um ser sedutor, temível pelos pescadores antigamente e que  nada maravilhosamente lindo, então eu me apaixonei pelas qualidades da sereia. Graças a arte tenho o poder de me transformar em sereia, embora eu não saiba nadar. Mas me contendo ao nadar na imaginação. A fotografia é outra possibilidade artística que faz com que eu nade sem  ser nas lindas águas dos rios, lagos, lagoas ou o mar. Essa garotinha que está sobre mim é minha pequena prima Gabriele que tem a mesma
fantasia que eu, embora ela não esteja de sereia nesta foto, mas em outras ela está porque sua cauda foi feita alguns meses depois. É muito bom termos a arte para materializar nossas fantasias. Hoje sou adulta e tenho 51 anos, não me envergonho de realizar minhas fantasias. Como eu gostaria que alguém após ler isso,  me presentear-se com uma linda cauda de sereia de látex ou silicone. Sei que isso poderá ser impossível, mas a minha esperança é eterna, ela não morre nunca. Bom, deixo meu forte abraço para todos que apreciam meu blogger. Aqui deixo várias imagens de sereias para ilustrar meu comentário. 

Como virar sereia: Monofin vol 1

SÓ A ARTE MATERIALIZA NOSSA IMAGINAÇÃO

COMO FAZER UMA CAUDA DE SEREIA - 1 PARTE.

 a

sábado, 22 de agosto de 2015

INSPIRAÇÃO É MINHA MAIOR MOTIVAÇÃO

A coisa mais importante para criarmos algo chama-se INSPIRAÇÃO. Não existe nada mais desmotivador do que a falta de inspiração, pois ela é ponto principal para fazermos qualquer
Persistência da memória _  Salvador Dali
coisa na vida, principalmente quem lida com arte. Quando falo em arte é de qualquer modalidade artística, seja artes visuais, cênica e etc. Passei alguns meses sem fazer minhas publicações porque estava aguardando a inspiração me convidar para fazer algo, esperei, esperei... até que enfim resolvi forçar minha mente a colocar para fora alguma coisa que rompa o silêncio no meu blogeer. Mas como fazer isso? Só fazendo! Minha nossa!É um tremendo desafio procurar a semente para a criatividade. A inspiração pode surgir também a partir de um esforço mental, basta fazermos como os dadaístas que criaram poemas a partir da palavra DADÁ que significa cavalo na língua da criança francesa. E assim,  surgiu o Dadaísmo e o Surrealismo a partir de uma coisa "aleatória" a partir de um dedo apontado para a palavra dadá em um dicionário surgiu um novo modo de escrever poemas e fazer arte. Hoje não esperei a inspiração chegar toquei os teclados do computador e fui criando esse texto loucamente quase sem pensar muito no que iria escrever. Mas não é fácil desafiar a inspiração porque ela brota com um serenidade muito especial. Desafiar a inspiração é explorar o nosso potencial com toda a força que nos resta. Porém, persistência é o que tenho de sobra em minha memória, isso não me falta. A arte sobrevive da inspiração e quando ela não chega de espontânea vontade a procuro rabiscando um papel ou digitando palavras soltas, desconectadas até fazer germinar algo inusitado que chame atenção de quem observar.

domingo, 5 de julho de 2015

O QUE É SER UM VERDADEIRO ARTISTA

Valdélia de Barros da Rocha
Título: Reflexão
Dimensões: 50 cm x 50 cm
Data: 1999
Casa do Trabalhador em Educação
Natal/RN
De modo geral, a maioria das pessoas pensam que ser artista é ser alguém que produz suas obras sem pensar, sem refletir ou refratar.

Pensam que o artista é aquele que fica famoso rapidamente, é o que faz suas obras para aparecer, que busca status. Os que pensam assim estão completamente equivocados. O artista é aquele que busca provocar o olhar do observador, é aquele que faz sua obra com inspiração, é o que pinta com o espírito do seu ser, por exemplo, Van Gogh que pintava o que sentia e não o que via. Hoje os artistas produzem suas obras assim, pintando o que sente e com os materiais híbridos que é melhor ainda para nossa ousada criatividade. Não precisamos mais de imitar a natureza e nem de
Valdélia de Barros da Rocha
Título: O equilíbrio
Dimensões: 100 cm x 100 cm
Proprietário: Dr. Bernardo Celestino Pimentel _ Natal/RN
imitar os clássicos. Mas, o que precisamos é pintar com nossa maior ferramenta o íntimo de nosso ser que é nosso ousado pensamento crítico e que nos leva ao êxtase na nossa apreciação após tal façanha na obra. Produzir arte é aventurasse profundamente dentro de nós mesmos. Ser um verdadeiro artista é produzir arte sem pensar na fama, mas pensar que está escrevendo algo para o mundo, e que um dia esse livro poderá ser lido por alguém sensível. Sei que ainda há muitos artistas que pintam buscando status, fama, mas é preciso se ter sensibilidade para ensinar ao mundo que, a arte é um veículo de muita força e de muita aceitação por todo o mundo e está presente em todas as culturas. Portanto, o que é ser um verdadeiro artista é buscar sempre fazer tudo com muita sensibilidade.

sábado, 27 de junho de 2015

AS IMAGENS VALEM POR MIL PALAVRAS _ ALDEIAS INDÍGENAS BRASILEIRAS _ SÃO FRANCISCO E BOREL

Comemoração pelos 35 anos de fundação da aldeia Borel
Ritual da cura com pajé Ubiratan na aldeia Borel
Ritual no solo da aldeia Borel
Eu e meu amigo índio Júnior Potiguara
Índios Potiguara _  guerreiros incansáveis de lutas pelos seus direitos
Aldeia Borel em festa comemorativa pela sua fundação
Eu, Valdélia de Barros da Rocha com o cacique Borel a minha esquerda e seus familiares indígenas
Eu e o senhor Aurélio e os curumins maravilhosos
Eu e meu amigo curumim albino, cujo nome é Teófilo
Teófilo é um índio curumim muito inteligente e amável
Ele não é amado apenas por Deus, mas por mim também.
Arte indígena com cabaças, quengas de coco e sementes de diversas plantas

Meu esposo Sebastião Olímpio da Rocha presenteando o pajé Francisco com uma rabeca feita por seu pai Manoel Olímpio _ no Solo Sagrado da aldeia São Francisco.
Eu e cacique Borel a minha esquerda, e sua família querida.
Eu e pajé Tonhô
Eu e a maravilhosa índia Josélia esposa do pajé Ubiratan
Eu e o fofinho curumim maravilhoso
Índio guerreiro Júnior Potiguara filho do pajé Ubiratan
Eu e o maravilhoso pajé Francisco
Índias no ritual
 Ritual indígena _ sem imposições para participação. Participa quem quer.
É maravilhoso participar de algo tão genuíno e afetivo.